Na contramão da pandemia

Bahia de Feira dribla o coronavirus e contrata jogador

O futebol parou. O Bahia de Feira, não. Enquanto alguns clubes do interior fecharam as portas por conta da pandemia do COVID-19, que paralisou todas as competições no país, o Tremendão resolveu fazer diferente. Mesmo respeitando todas as recomendações sugeridas pelos órgãos sanitários, o clube de Feira de Santana não paralisou suas atividades e permanece se preparando ansiosamente para o retorno do futebol. Que clube brasileiro contrataria em plena pandemia? O tricolor contratou. O atacante Kel Baiano, de 25 anos, foi anunciado oficialmente nesta quinta-feira (21), pelas redes sociais do clube.

O comprometimento e a profissionalização são os pilares do Bahia de Feira, como afirma sua vice-presidente, Mayara Correia. Antes mesmo da paralisação das atividades, o clube já tinha garantido que honraria todos os compromissos com atletas e funcionários. “Seria muito injusto em um momento como esse dispensarmos todas as pessoas que fazem a família Bahia de Feira. Nosso clube tem contrato longo com a maioria dos atletas, somos um projeto e todos tem sua importância. Enfrentamos nossas dificuldades, claro. Porém, asseguramos o comprometimento pela condição humana mesmo, do compromisso que temos com nossos funcionários. É questão de ética. Não iriamos deixar ninguém a ver navios nesta situação tão complicada que o mundo vive”, disse Mayara.

Assim como boa parte dos clubes brasileiros, o Bahia de Feira adotou os meios tecnológicos para acompanhar seus atletas e não deixar a peteca cair. Os jogadores treinam diariamente, com acompanhamento online da comissão técnica, além de reuniões em videoconferência. “Todos os atletas estão comprometidos com o time. Claro que em alguns momentos tivemos algumas baixas, isso acaba sendo normal dentro desse cenário que estamos vivendo, onde não temos uma perspectiva de retorno. Nossa equipe de preparação física contornou muito bem, e todos seguem treinando diariamente. É muito bonito acompanhar a troca entre os atletas, um incentivando o outro, o envio dos treinos no grupo, as brincadeiras”, garantiu Mayara.

Mayara Correia, vice-presidente do Bahia de Feira, não deixa o Tremendão parar

O Bahia de Feira ainda não tem uma data definida para o retorno das atividades presenciais. Tudo depende das orientações da FBF e do fim das restrições por conta do coronavirus. “Precisamos respeitar esse momento que é novo e muito difícil para todos nós. Vamos respeitar os protocolos da OMS, mas tenho certeza que vamos sair mais fortes dessa pandemia. Vamos encontrar um cenário muito complicado pós-pandemia, mas precisamos ter fé, sabedoria. Vamos trabalhar muito para darmos continuidade ao nosso projeto. Fé em Deus sempre”, completou a gestora.

Atacante – Quem está feliz é Kel Baiano, que teve o aval do técnico Barbosinha. O atacante se mostra ansioso pela estreia e promete muita dedicação, mesmo sem treino em grupo. ““Eu me impressionei com a estrutura do clube. Do interior, é a melhor que eu já vi. Depois do Bahia e do Vitória, que são os times de elite do estado, o Bahia de Feira é o clube que mais desponta nesse quesito. É uma estrutura realmente de ponta, que dá todas as condições para o atleta trabalhar. Por isso, as minhas expectativas são as melhores: ganhar títulos, fazer gols, crescer e ajudar o Bahia de Feira a crescer”, garantiu o atleta.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*