Ir além

Vitória tenta a classificação na Copa do Brasil diante do Imperatriz, no Maranhão

O Vitória, ao lado do Atlético Mineiro, é o clube que mais marcou presença na Copa do Brasil, com 32 aparições, já contando 2020. O título quase chegou em 2010, com a final diante do Santos de Neymar e Ganço. O Rubro-Negro enfrenta nesta terça-feira (11) o Imperatriz, no Maranhão, às 21h30, em partida única.

O Leão, apesar de estar ainda no processo de reestruturação, pretende fazer uma campanha mais digna que em 2019, quando saiu ainda na primeira fase, para o Moto Club, por 2 a 0. O modelo é o mesmo da temporada passada. Melhor colocado no ranking da CBF, um empate deixa a vaga com o time baiano. Quem vencer, leva.

É um tremendo esparro. Qualquer vacilo é caixão e vela. O próprio rival Bahia passou pelo gosto amargo da eliminação precoce na última semana, para o River-PI. A classificação ainda rende aos cofres do clube R$ 540 mil, caso passe de fase. Pelo fato de estar na Série B, o Leão pertence ao Grupo 3 da Copa do Brasil.

Este sistema de disputa foi adotado em 2017. Fora o vexame de 2019, o Rubro-Negro até que não foi mal. Em 2018 parou apenas nas oitavas para o Corinthians, eliminando inclusive clubes como o Inter e Bragantino. No ano anterior foi eliminado na quarta fase, para o Paraná, quando o técnico era Argel Fucks.

Foto: Pietro Carpi / ECVitória

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*